Governador de Nova York promete gratuidade do ensino superior público

Nova York, 3 Jan 2017 (AFP) - O governador de Nova York, Andrew Cuomo, prometeu nesta terça-feira (3) que o ensino nas universidades públicas estaduais será gratuito, retomando assim uma ideia do senador democrata Bernie Sanders, a qual conquistou os jovens durante a campanha presidencial de 2016.

O ex-pré-candidato à Casa Branca participou do evento.

"Hoje, ir à universidade é uma etapa obrigatória se quisermos realmente ter sucesso", declarou o governador democrata, lembrando-se dos estudantes americanos que se endividam em uma média de US$ 30.000 para pagar seus estudos de Graduação.

"O estado de Nova York lançará este ano a bolsa Excelsior: se provier de uma família que ganha menos do que US$ 125.000 ao ano, a universidade será gratuita", acrescentou, em um discurso recebido com aplausos.

"Será o primeiro programa desse tipo nos Estados Unidos (...) e isso deverá servir como um alerta para todo o país", afirmou Cuomo, que volta e meia é apontado como um futuro presidenciável.

O anúncio foi feito em uma das universidades públicas do Queens, em Nova York.

Embora as universidades mais prestigiosas de Nova York sejam privadas, como Cornell (ao norte), Columbia, ou a New York University, esse estado de cerca de 20 milhões de habitantes conta também com universidades públicas de boa reputação, as quais pertencem a dois grandes sistemas: o da Cidade de Nova York (CUNY) e o do Estado de Nova York (SUNY). Nessa categoria, estão, por exemplo, as Universidades de Buffalo, ou Albany, ou o Fashion Institute of Technology, em Nova York.

Em média, estudar nas universidades públicas custa US$ 6.500 anuais para os moradores do estado de Nova York, bem menos do que, por exemplo, frequentar a Columbia University, onde o gasto anual pode ir de 30.000, no caso de uma licenciatura, ou a até 70.000, por um mestrado de um ano.

O governador não deu detalhes sobre o financiamento dessa proposta, que ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa local.

O custo do programa é de US$ 163 milhões anuais. Cerca de um milhão de famílias poderão ser beneficiadas.

O programa começaria no início deste ano letivo de 2017, atendendo às famílias com renda anual inferior, ou igual, a US$ 100.000. Para 2018, funcionaria de maneira integral.

Bernie Sanders fez da gratuidade da universidade um dos eixos de sua campanha, o que contribuiu para sua enorme popularidade entre os jovens.

Sanders perdeu as prévias democratas para a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, que retomou as propostas do correligionário sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos