Incêndio de Valparaíso atinge 150 casas, mas está praticamente sob controle

Valparaíso, 3 Jan 2017 (AFP) - O grande incêndio que começou na segunda-feira nos morros da cidade portuária de Valparaíso, no Chile, e que arrasou cerca de 150 casas, está "praticamente controlado", disse nesta terça-feira uma autoridade local.

"Está praticamente controlado, somente falta extinguir o incêndio. Assim que isso for concluído, vamos a iniciar a retirada dos escombros e iniciar os trabalhos de reconstrução", disse o intendente (governador) de Valparaíso, Gabriel Aldoney.

O fogo começou na entrada da localidade de Laguna Verde na tarde de segunda-feira e depois de estendeu a populações da zona Playa Ancha

De acordo com último balanço das autoridades, cerca de 150 moradias foram arrasadas pelas chamas, enquanto 143 pessoas permanecem em abrigos. Outras 19 pessoas ficaram feridas, a maioria com problemas respiratórios, mas, segundo Aleuy, "felizmente não vítimas".

As altas temperaturas e o vento forte contribuíram para aumentar a extensão desse novo incêndio, que afetou o pintoresco porto de Valparaíso, um dos lugares turísticos mais visitados do Chile e cujo setor histórico foi declarado em 2003 Patrimônio da Humanidade. A cidade fica localizada a 120 km a oeste de Santiago.

"O incêndio veio do outro lado do morro para baixo, mas nunca pensamos que iria chegar tão rápido aqui embaixo. De repente começou o vento, as chamas começaram a sair por todos os lados", relatou à AFP Rosa Gallardo.

"Eu já não podia fazer nada. Por causa da fumaça, alguns se asfixiavam, os olhos doíam, tudo... era preciso evacuar, era preciso ir embora, portanto se perdeu tudo", contou Pablo Luna Flores, outro habitante do setor.

Segundo o Gabinete Nacional de Emergências (Onemi, na sigla em espanhol), aproximadamente 200 pessoas foram evacuadas e levadas para lugares seguros, enquanto que a empresa elétrica local informou que cortou por precaução o serviço elétrico a 47.906 clientes.

"Protocolos de emergência se encontram ativados no incêndio que afeta a comunidade de Valparaíso. Minha solidariedade com as pessoas afetadas", disse em mensagem do Twitter a presidente chilena, Michelle Bachelet.

Quarenta e nove unidades de bombeiros, cinco da Corporação Nacional Florestal (Conaf) e 10 aeronaves trabalham na extinção do incÊndio, que no início da noite de ontem se encontrava parcialmente controlado, de acordo com as autoridades.

Em março de 2015, outro gigantesco incêndio florestal em um dos morros do porto matou uma mulher, enquanto milhares de pessoas tiveram que ser retiradas.

- Uma cidade vulnerável -A escarpada topografia de Valparaíso, com cerca de 40 morros onde ficam coloridas e pitorescas casas, faz que o porto seja especialmente vulnerável aos incêndios florestais, especialmente durante o verão.

A cidade é um labirinto de pequenas ruas entrelaçadas e intermináveis escadarias, por onde os moradores chegam na parte de cima dos morros. Também se pode chegar por elevadores.

A cidade, que tem aproximadamente 270.00 habitantes e acolhe o Congresso Nacional do Chile, registra um nível de pobreza superior à média nacional.

Suas intrincadas ruas e a precariedade de suas construções fomentam a criação de lixo, que contribui para a propagação do fogo.

Valparaíso teve um papel geopolítico de grande importância na segunda metade do século XIX, quando seu porto era escala obrigatória dos barcos que viajavam do oceano Atlântico para o Pacífico, atravessando o perigoso estreito de Magalhães.

Os emigrantes que chegavam da Europa para povoar o país transformaram Valparaíso na cidade mais cosmopolita do Chile.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos