Trump critica republicanos por reforma do comitê de ética do Congresso

Washington, 3 Jan 2017 (AFP) - Donald Trump criticou nesta terça-feira os legisladores do Partido Republicano, que discretamente cortaram os poderes do comitê de ética encarregado de investigar os próprios membros do Congresso.

A bancada republicana adotou, na noite de segunda-feira, uma modificação do regulamento interno que torna praticamente ineficiente o comitê responsável por investigar a conduta dos legisladores.

O Comitê de Ética, que foi criado em 2008, não será suprimido, mas rebatizado e, invés de ser um órgão independente, ficará nas mãos dos próprios legisladores, que terão poder de encerrar as investigações em andamento.

Os legisladores se queixavam que as investigações realizadas não respeitavam a presunção de inocência.

"Realmente tinham que fazer do enfraquecimento deste organismo ético independente, por mais injusto que fosse, sua primeira medida e principal prioridade?", questionou Trump no Twitter.

"Concentrem-se na reforma fiscal, no sistema público de saúde e muitas outras coisas que são mais importantes!", acrescentou.

ico-ahg/ja/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos