Após acordo com MP no Peru, Odebrecht colaborará com a Justiça

Lima, 5 Jan 2017 (AFP) - A Justiça do Peru anunciou nesta quinta-feira ter chegado a um acordo preliminar com a Odebrecht, que admitiu ter pago subornos em vários países para vencer licitações de obras públicas, e se comprometeu a administrar informação e devolver 8,8 milhões de dólares como parte dos lucros ilícitos obtidos no país.

"Após várias semanas de intensa negociação, o Ministério Público subscreveu um convênio preliminar com a empresa Odebrecht para agilizar a obtenção de informação das investigações", diz o comunicado do MP peruano.

Pelo convênio, a empresa "se compromete a entregar ao Ministério Público informação e documentação relevante que lhe seja requerida, além disso, a empresa abonará nos próximos dias a quantia de 30 milhões de soles (cerca de 8,8 milhões de dólares), como adiantamento da desvalorização dos ganhos ilícitos que obteve na construção de obras públicas", detalha a nota.

A Odebrecht Peru confirmou em comunicado o acordo preliminar e reiterou seu compromisso de cooperar com as investigações do país.

Hamilton Castro, chefe da equipe de investigação dos subornos da Odebrecht, adiantou que o dinheiro obtido de forma ilícita será depositado nas contas do Estado peruano.

cm-rc/jb/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos