Destroços do Parlamento turco usados como votos de Ano Novo

Paris, 6 Jan 2017 (AFP) - Para comemorar o Ano Novo, as autoridades turcas enviaram a diplomatas e correspondentes estrangeiros um cartão acompanhado de um pedaço do muro do parlamento local supostamente bombardeado por membros da organização terrorista Fethullah Gulen, em 15 de julho.

No cartão, há uma foto do parlamento em ruínas com a frase: "o terrorismo é um crime contra a humanidade".

"Mandamos pedaços de mármore (...) como símbolo do compromisso da Turquia com a democracia", afirma o cartão enviado à AFP pela embaixada da Turquia em Paris, dentro de uma caixa de veludo.

"Desejamos um excelente ano novo impregnado do mais profundo sentido de democracia", conclui a mensagem envaida por Mehmet Akarca, diretor-geral da Assessoria de Imprensa do primeiro-ministro turco.

Esses cartões foram enviados a 4.000 diplomatas e jornalistas em todo o mundo, segundo a fonte.

Na Turquia, os membros do governo, os reitores de universidades e várias ONGs também rebeceram essas felicitações.

O parlamento turco foi devastado em julho por bombardeios aéreos durante a tentativa de golpe de Estado que as autoridades atribuem a Fethullah Gulen, um pregador de 75 anos exilado nos Estados Unidos e que nega qualquer envolvimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos