Ataque em Jerusalém não deve deter esforços pela paz (ONU)

Nações Unidas, Estados Unidos, 9 Jan 2017 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, condenou nesta segunda-feira (9) o ataque com um caminhão em Jerusalém, lançado contra um grupo de soldados israelenses, ressaltando, porém, que não se deve abandonar os esforços para a retomada das negociações de paz.

Quatro pessoas morreram, e 17 ficaram feridas no domingo (8), quando um palestino que dirigia um caminhão investiu o veículo contra um grupo de soldados que visitava um ponto turístico de Jerusalém.

Guterres "condena o ataque terrorista cometido por um palestino", declarou o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric.

A violência e o terror não vão trazer uma solução para o conflito entre israelenses e palestinos - pelo contrário, acrescentou.

"Todos os responsáveis por tais atos devem ser levados à Justiça, condenados e desaprovados", insistiu.

O ataque aconteceu às vésperas de uma conferência internacional de paz para o Oriente Médio que acontece em Paris, em 15 de janeiro.

Os esforços de paz estão paralisados desde que uma iniciativa dos Estados Unidos entrou em colapso em abril de 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos