Fiat Chrysler anuncia criação de 2.000 empregos nos EUA

Washington, 9 Jan 2017 (AFP) - A Fiat Chrysler (FCA) anunciou no domingo a criação de 2.000 empregos nos Estados Unidos, num momento em que o presidente eleito Donald Trump critica publicamente as empresas automobilísticas que produzem veículos no México.

O grupo ítalo-americano investirá 1 bilhão de dólares nos próximos 3 anos em duas de suas fábricas em Michigan (norte) e Ohio (nordeste), onde serão criados os novos postos de trabalho, disse a empresa em uma nota.

"A FCA EUA está mostrando seu compromisso com o fortalecimento de sua base manufatureira nos Estados Unidos", indica o comunicado.

Trump, que venceu as eleições com a promessa de criar empregos industriais nos Estados Unidos, atacou na semana passada as empresas que fabricam carros no México e posteriormente os vendem no mercado americano.

Através do Twitter, atacou a General Motors por fabricar a maioria de seus Chevy Cruze no México e abriu fogo contra a Toyota e seu plano de montar outra fábrica em território mexicano.

Na terça-feira passada, a Ford já havia anunciado o cancelamento de um projeto para uma nova fábrica no México. Disse que, por sua vez, a erguerá nos Estados Unidos e gerará 700 empregos.

Até o momento, a Fiat Chrysler não havia sido alvo da ira de Trump, mas planeja começar a importar neste mês carros Jeep Compass feitos no México.

Outros grupos disseram que serão flexíveis nesta nova era da política que começará em 20 de janeiro, quando Trump entrar na Casa Branca.

"Somos pragmáticos. Nos adaptaremos a qualquer situação", disse o chefe da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn, ao falar em um salão de tecnologia de Las Vegas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos