Militares israelenses matam um palestino suspeito na Cisjordânia

Jerusalém, 10 Jan 2017 (AFP) - As tropas israelenses na Cisjordânia ocupada mataram a tiros um palestino que os atacou com uma faca durante uma prisão.

Segundo um comunicado das autoridades militares, nenhum soldado ficou ferido no incidente ocorrido no campo de refugiados palestinos de Al Fara, a norte da cidade de Nablus.

Segundo o comunicado, o agressor, armado com uma faca, tentou atacar os soldados, que conduziam uma operação de prisão de suspeitos.

Depois, os habitantes do campo jogaram explosivos e dispararam contra os soldados.

Desde 1o. de outubro de 2015 a violência nos territórios palestinos e em Israel custou a vida de 248 palestinos, 40 israelenses, dois americanos, um jordaniano, um eritreu e um sudanês, segundo cálculos da AFP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos