EUA denunciam China na OMC por subsídios na produção de alumínio

Washington, 12 Jan 2017 (AFP) - O governo de Barack Obama anunciou nesta quinta-feira que apresentou uma demanda contra a China na OMC pelos subsídios "ilegais" a seus produtores de alumínio, oito dias antes de Donald Trump, que ameaça Pequim com represálias comerciais, assumir a presidência dos Estados Unidos.

"A China oferece à sua indústria de alumínio uma ventagem injusta através de empréstimos mais baratos e outros subsídios governamentais ilegais", afirmou o presidente Obama em um comunicado.

"Este tipo de medidas prejudicou a indústria americana e contribuiu para o excedente mundial de alumínio, aço e outros setores", acrescentou.

Concretamente, foi iniciado nesta quinta-feira a primeira fase do procedimento de solução de controvérsias na Organização Mundial de Comércio (OMC) ao pedir "consultas" com Pequim, informou o representante especial de Comércio Exterior dos Estados Unidos (USTR) em outro comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos