Com dez anos de atraso, Hamburgo inaugura casa de concertos de 789 mi de euros

Em Hamburgo

  • Christian Charisius/Pool/AFP Photo

    Filarmônica de Hamburgo em noite de concerto de inauguração

    Filarmônica de Hamburgo em noite de concerto de inauguração

Hamburgo inaugurou oficialmente nesta quarta-feira (11) uma casa de concertos, chamada Elbphilharmonie, com a qual a cidade do norte da Alemanha terá uma atração de renome internacional, assinada pelo estúdio de arquitetura suíço Herzog & De Meuron.

Com dez anos de atraso e em orçamento dez vezes superior ao previsto, a Filarmônica foi inaugurada com um concerto assistido pela chanceler Angela Merkel, o presidente Joachim Gauck e outros 2.100 espectadores.

O programa - de três horas de duração - incluiu peças de Beethoven e Wagner, e foi aplaudido de pé.

"O parto foi difícil, mas eles adotaram a criança", declarou o prefeito de Hamburgo, Olaf Scholz, referindo-se ao apoio dos 1,7 milhão de cidadãos de Hamburgo e ao custo do prédio: 789 milhões de euros.

"Jamais se havia construído algo assim", escreveu o crítico Peter von Becker.

Situada sobre um dique no rio Elba, a Filarmônica foi construída sobre um velho armazém, do qual se conservaram apenas as paredes exteriores de tijolos. O prédio apresenta uma estrutura de vidro que em sua parte superior adquire a forma de ondas.

Além da Filarmônica, o complexo abriga apartamentos de alto padrão, restaurantes e um hotel.

Conhecido como Elphie, o prédio tem 110 metros de altura, dominando o "Speicherstadt" (zona de antigos armazéns construídos sobre colunas), bairro de canais e pontes inscrito no ano passado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos