Espanhol da Cruz Vermelha é solto no Afeganistão após um mês de sequestro

Konduz, Afeganistão, 15 Jan 2017 (AFP) - Um voluntário espanhol da Cruz Vermelha foi libertado neste domingo (15), no norte do Afeganistão, após ter sido mantido como refém por quase um mês por um grupo ainda ignorado - informou a organização humanitária.

"Estamos aliviados que Juan Carlos tenha voltado para nós, são e salvo", declarou em um comunicado a representante da delegação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha no Afeganistão, Monica Zanarelli, sem dar mais informações sobre o episódio.

Juan Carlos foi sequestrado em 19 de dezembro passado, quando funcionários da organização se deslocavam da cidade de Mazar-e-Sharif para Kunduz, reduto dos talibãs.

Nenhum grupo assumiu a autoria do sequestro até o momento.

As autoridades locais estão investigando o incidente, afirmou o porta-voz do governo de Kunduz, Sayed Mahmud Danish, também sem dar detalhes.

O sequestro de estrangeiros é uma prática cada vez mais comum no Afeganistão, realizada por grupos criminosos, ou por insurgentes, em troca de resgate.

bur-ac/iw/jvb/mb/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos