Assassino do embaixador russo em Ancara foi enterrado em túmulo anônimo

Ancara, 16 Jan 2017 (AFP) - Mevlut Mert Altintas, o assassino do embaixador da Rússia em Ancara, foi enterrado na sexta-feira em uma cova sem marcação na capital turca, informou a agência de notícias Anatolia.

Em frente às lente das câmeras, Mevlut Mert Altintas, um policial turco de 22 anos, assassinou em 19 de dezembro o embaixador Andrei Karlov, atirando contra ele durante a inauguração de uma exposição.

O homem, vestido com um terno preto, foi morto pelas forças de segurança depois de ter gritado "Allah Akbar" (Deus é grande) e afirmar querer vingança pela situação em Aleppo.

De acordo com Anatolia, o corpo do policial foi entregue aos serviços municipais de Ancara ao não ser reclamado por qualquer pessoa dentro do prazo legal de duas semanas.

O embaixador russo foi enterrado em um cemitério ao norte de Moscou depois de receber uma homenagem nacional.

A rua onde a embaixada russa está localizada em Ancara foi rebatizada de "Andrei Karlov" em uma cerimônia em 10 de janeiro.

bur-lsb/es/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos