Biden visita Kiev para assegurar seu apoio à Ucrânia

Kiev, 16 Jan 2017 (AFP) - O atual vice-presidente americano, Joe Biden, chegou nesta segunda-feira a Kiev para sua última visita oficial à Ucrânia, a fim de assegurar ao país o apoio dos Estados Unidos, quatro dias antes da posse de Donald Trump, que promete uma aproximação com a Rússia.

Durante esta visita de um dia, Joe Biden se reuniu com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, e seu primeiro-ministro, Volodymyr Groisman.

"Queria vir aqui uma última vez como vice-presidente para enfatizar até que ponto o povo ucraniano progrediu", declarou em coletiva conjunta.

"A Ucrânia, como todos os países da Europa, tem o direito de definir seu próprio caminho. A Rússia não pode negar esta opção", acrescentou, pedindo que a comunidade internacional "continue unida contra a agressão russa".

Donald Trump em várias ocasiões prometeu uma aproximação com o Kremlin, o que provoca preocupações em Kiev, que acusa Moscou de apoiar os separatistas pró-russos do leste da Ucrânia. A Rússia desmente.

dg-all/nm/jvb/acc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos