Presidente chinês quer mundo sem armas nucleares

Genebra, 18 Jan 2017 (AFP) - O presidente chinês Xi Jinping pediu nesta quarta-feira a todos os países a construir um mundo sem armas nucleares e a destruir todos os estoques existentes, em um discurso na ONU em Genebra.

"As armas nucleares deveriam ser completamente proibidas e destruídas, a fim de construirmos um mundo sem armas nucleares", declarou para cerca de 800 convidados e na presença do novo secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.

Xi também fez uma defesa de um planeta baseado na igualdade entre os países.

"É preciso repudiar a hegemonia de parte de uma ou de várias nações (...) As potências devem respeitar os interesses básicos de outros países [e] tratar os países pequenos como iguais ao invés de agirem hegemonicamente impondo-lhes sua vontade", acrescentou.

Xi termina nesta quarta-feira, em Genebra, uma visita de quatro dias à Suíça, que incluiu um discurso impactante, na terça-feira, no Fórum Econômico Mundial de Davos, no qual o dirigente comunista chinês apareceu fazendo uma defesa fervorosa do livre comércio.

Xi fez seu discurso em Davos às vésperas da posse de Donald Trump, que chega com promessas de protecionismo à Casa Branca.

bs-gca /pjl/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos