BHP e Vale anunciam protocolo de acordo para tragédia de Mariana

Sydney, 19 Jan 2017 (AFP) - A Vale e o BHP Billiton anunciaram nesta quinta-feira um protocolo de acordo com a justiça brasileira para chegar até 30 de junho a um acordo definitivo sobre os milhões de dólares em indenização pelos danos causados pela tragédia de Mariana.

Em 5 de novembro de 2015, duas barragens da mineradora Samarco em Minas Gerais se romperam resultando numa enxurrada de barro e dejetos químicos que soterrou toda a cidade e deixou 19 mortos e centenas de pessoas sem casa, na pior tragédia ambiental do país.

Em março de 2016, o governo brasileiro acertou um plano de indenização 15 anos de 20 bilhões de reais com a Samarco, controlada pela Vale e pela anglo-australiana BHP Billiton.

Mas o total foi considerado insuficiente pela justiça.

A justiça brasileira avaliou em maio em 155 bilhões de reais o "valor inicial" das reparações reclamadas à Samarco e seus dois proprietários.

A Vale e a BHP anunciaram nesta quinta um acordo preliminar com a justiça brasileira para até 30 de junho chegar a um acordo definitivo sobre este processo de indenização.

grk/bp/jac/glr/pa/ra/cn

VALE

BHP BILLITON

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos