Martin McGuinness, membro do IRA e do Sinn Fein, abandona política

Londres, 19 Jan 2017 (AFP) - Martin McGuinness, membro do Sinn Fein e ex-líder do Exército Republicano Irlandês (IRA), anunciou nesta quinta-feira (19) que está se retirando da vida política norte-irlandesa por conta de graves problemas de saúde.

Vice-primeiro-ministro da Irlanda do Norte até semana passada, McGuinness anunciou sua demissão para denunciar a má gestão por parte de seu sócio da coalizão DUP (unionista) de um projeto de energias renováveis que provocou inúmeras irregularidades.

O Sinn Fein se recusou a nomear um novo vice-primeiro-ministro para suceder McGuinness, como era sua função, o que provocou a convocação de eleições para o Parlamento regional em 2 de março.

McGuinness, aos 66 anos, decidiu que não se apresentará para as eleições.

"A pergunta que me fiz foi 'sou capaz, fisicamente, de lançar uma disputa eleitoral de 5/6 semanas, em plenas faculdades?'. Cheguei rapidamente à conclusão de que não sou fisicamente capaz de realizar uma campanha desse tipo", declarou em coletiva de imprensa em Belfast.

McGuinness, vice-primeiro-ministro durante dez anos, explicou que luta contra uma doença há vários meses, sem revelar do que se trata.

Martin McGuinness assegurou que se manterá na vida pública de seu país. "Espero que me recupere desta doença. Estou decidido a ser um embaixador da paz, da unidade e da reconciliação", declarou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos