Mais de 45.000 pessoas fugiram da Gâmbia nos últimos dias (ONU)

Genebra, 20 Jan 2017 (AFP) - Mais de 45.000 pessoas fugiram da Gâmbia desde o início de janeiro, em sua maioria ao Senegal, enquanto um ultimato pesa sobre o presidente em fim de mandato do país, Yahya Jammeh, para que deixe o poder, informou nesta sexta-feira a Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR).

"Cerca de 45.000 pessoas chegaram ao Senegal a partir da Gâmbia" e "ao menos 800 foram para a Guiné-Bissau", declarou aos meios de comunicação em Genebra um porta-voz do ACNUR, Babar Baloch, acrescentando que temia fluxos migratórios maiores se a crise na Gâmbia persistir.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos