Três mortos e 20 feridos em ataque com carro na Austrália

Sydney, 20 Jan 2017 (AFP) - Três pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas nesta sexta-feira ao ser atingidas por um automóvel que avançou contra pedestres no centro de Melbourne, indicou a polícia.

Um homem dirigiu deliberadamente seu automóvel contra as pessoas no centro comercial de Bourke Street, mas o incidente não esteve vinculado a uma motivação terrorista, disse à imprensa o chefe de polícia interino, Stuart Bateson.

"Posso confirmar que pensamos estar relacionado a um esfaqueamento ocorrido mais cedo no sul da cidade. Detivemos o responsável. A este ponto, não existe ameaça adicional para a população", acrescentou.

Os incidentes ocorreram às 13h40 locais (00h40 de Brasília) quando o homem ao volante de um automóvel vermelho invadiu o centro da cidade mais populosa da Austrália, dirigindo-o em alta velocidade sobre uma calçada da rua Bourke.

Ao menos 20 pessoas ficaram feridas, algumas delas gravemente, ao ser atingidas pelo veículo.

Testemunhas afirmaram nas redes sociais ter ouvido tiros, sem informar de onde teriam partido.

Imagens de redes de televisão mostraram um automóvel parado, com sua carroceria amassada, as portas abertas e o para-brisas quebrado.

Um vídeo amador mostra o momento em que o motorista foi detido. Deitado no chão e com as mãos algemadas nas costas, o homem é levado pelas forças de ordem, que o afastam do veículo.

"Não parava nunca, os pedestres tentavam escapar, mas seguia avançando contra as pessoas que estavam à frente", declarou uma testemunha não identificada citada pelo Herald Sun de Melbourne.

Kylie Clark, outra testemunha, afirmou ter visto "corpos voando pelo ar". "Parece-me que o carro era perseguido pela polícia", acrescentou.

Policiais fortemente armados foram mobilizados no centro da cidade, atualmente sede do Aberto de Tênis da Austrália.

"Foi um banho de sangue na calçada", disse uma mulher interrogada pela AFP. Uma foto divulgada nas redes sociais mostra um carrinho de bebê virado.

A Austrália elevou seu nível de alerta desde o atentado cometido em Berlim em dezembro passado, quando 12 pessoas morreram atingidas por um caminhão, que avançou contra elas em um mercado de Natal.

A polícia havia anunciado posteriormente a detenção de várias pessoas que planejavam realizar atentados no dia de Natal em Melbourne.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos