Maduro sustitui presidente do Banco Central da Venezuela

Caracas, 22 Jan 2017 (AFP) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou neste domingo a renúncia do chefe do Banco Central (BCV), Nelson Merentes, nomeando para o seu lugar o veterano economista Ricardo Sanguino.

"Diante da renúncia do companheiro Nelson Merentes, que entregou sua carta de demissão da presidência do Banco Central da Venezuela (...), decidi postular" em seu lugar Sanguino, informou Maduro em seu programa dominical na televisão estatal.

Merentes, doutor em matemática de 62 anos, estava à frente do BCV desde 2009, exceto durante um período de oito meses em 2013, quando foi ministro das Finanças do governo de Maduro. Em janeiro de 2014 voltou a assumir o comando da entidade.

"Quero agradecer todo o esforço que Nelson Merentes sempre fez de distintas frentes de batalha, mas quero que iniciemos uma nova etapa do desenvolvimento do Banco Central da Venezuela", acrescentou Maduro.

Sanguino, de 73 anos, foi por muitos anos deputado e presidente da Comissão de Finanças e de Orçamento da Assembleia Nacional, controlada há um ano pela oposição.

"Eu o conheço muito bem. É um dos homens mais estudiosos e conhecedores da vida financeira, econômica e monetária do país", garantiu Maduro sobre o novo presidente do BCV.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos