Venezuela pede que Trump anule decreto que a considera uma ameaça

Caracas, 22 Jan 2017 (AFP) - A Venezuela pediu ao novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que anule o decreto assinado por seu antecessor, Barack Obama, que considera o país sul-americano uma ameaça à sua segurança, disse a chanceler Delcy Rodríguez em entrevista à TV exibida neste domingo.

"A Venezuela pede permanentemente que esta ordem executiva seja anulada, e esperamos que o presidente Trump não siga pelo caminho da obsessão e irracionalidade", declarou Delcy ao canal privado Televen.

A funcionária acusou Obama de ter tido uma "obsessão irracional" pelo governo venezuelano, e disse estar "na expectativa" em relação a Trump, defendendo o estabelecimento de "relações respeitosas".

Washington e Caracas carecem de embaixadores desde 2010. A tensão se aprofundou em 2015, depois que Obama emitiu um decreto que considera a Venezuela uma "ameaça incomum e extraordinária" à segurança de seu país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos