Prefeita de Roma, Virginia Raggi, convocada pela Justiça

Roma, 25 Jan 2017 (AFP) - Virginia Raggi, a nova prefeita de Roma, pertencente ao Movimento 5 Estrelas (M5S), informou nesta terça-feira (24) que foi convocada pela Justiça como parte de uma investigação por corrupção de um de seus colaboradores mais próximos.

"Recebi hoje (terça-feira) uma convocação para comparecer diante da Procuradoria de Roma", informou em sua página no Facebook, afirmando que se sentia "muito serena" e que tem "plena confiança na magistratura".

Segundo a agência de notícias italiana Agi, a prefeita foi convocada por um suposto abuso de poder.

A investigação da Procuradoria se concentra em Raffaele Marra, responsável da equipe da Prefeitura, que está atualmente na prisão por supostamente ter recebido, em 2013, dinheiro de um empresário imobiliário, Sergio Scarpellini. Marra estava a cargo do serviço de política de Habitação durante o mandato do ex-prefeito Gianni Alemanno.

Quando Virginia Raggi foi eleita, defendeu o polêmico Raffaele Marra, afirmando que suas competências profissionais eram indispensáveis. Em dezembro, entretanto, teve que admitir publicamente que "cometeu um erro" ao confiar nele.

Raggi autorizou também a contratação do irmão de Raffaele, Renato Marra, como diretor de Turismo.

É por conta desta nomeação que a jovem prefeita será interrogada, informou Raggi em sua mensagem.

Virginia Raggi também disse que informou sobre esta convocação ao M5S e seu líder, Beppe Grillo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos