Trump pede ao diretor do FBI que continue no cargo (imprensa)

Washington, 24 Jan 2017 (AFP) - O presidente americano, Donald Trump, pediu ao diretor do FBI James Comey, muito criticado por seu papel na campanha presidencial, que permaneça no cargo, reportou nesta quarta-feira o jornal The New York Times.

Republicanos e democratas denunciaram durante a campanha eleitoral as declarações de Comey em relação aos e-mails da candidata democrata Hillary Clinton.

As relações entre a Casa Branca e o FBI são ainda mais sensíveis desde que a polícia federal americana investiga os vínculos estabelecidos por alguns próximos a Trump com autoridades russas.

De acordo com o The New York Times, que se apoia em fontes anônimas, Trump explicou a Comey em janeiro, em seu primeiro encontro na Torre Trump, em Nova York, que esperava que continuasse no cargo.

"O entorno de Trump indicou claramente a Comey que o presidente não queria que partisse", acrescentou o jornal.

Perguntado pela AFP, o FBI indicou que não tinha "nenhum comentário" a fazer sobre as informações do The New York Times.

Personalidade muito respeitada até o presente, Comey, rotulado como republicano, foi nomeado chefe do FBI em 2013 pelo ex-presidente democrata Barack Obama.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos