Café nazista de Jacarta fecha por falta de clientes

Bandung, Indonésia, 26 Jan 2017 (AFP) - O proprietário de um café indonésio com decoração nazista, cuja existência gerou uma onda de indignação fora do país, quer reabrir o local em um bairro mais movimentado de Jacarta, após ter sido obrigado a fechar por falta de clientes, anunciou seu advogado na quinta-feira.

Situado em Bandung, no sudeste de Jacarta, o "SoldatenKaffee" ("café dos soldados") estava decorado com suásticas, um retrato de Adolf Hitler e imagens de propaganda nazista.

Na Indonésia, um lugar com este pode permanecer aberto, ao contrário da Europa, onde a apologia ao nazismo é proibida em vários países.

O proprietário, Henry Mulyana, fechou voluntariamente o café em 2013, após ter recebido ameaças de morte.

O local reabriu um ano depois, ampliando a temática para a Segunda Guerra Mundial, com retratos de Winston Churchill e Stalin, mas mantendo os símbolos nazistas.

Mas o fechamento mais recente do local - que servia 'schnitzels' (bife empanado) e cerveja - não foi devido à controvérsia em torno à sua temática, mas sim à falta de clientes.

"O interesse do público era escasso porque o café não estava localizado em um bairro estratégico", declarou à AFP Rohman Hidayat, advogado do proprietário.

Agora Mulyana busca um bairro mais adequado, afirma o advogado, sem informar quando o estabelecimento será reaberto.

str-dsa/sr/jac/cr/me/acc/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos