Fillon nega que esposa tenha emprego fictício

Paris, 27 Jan 2017 (AFP) - François Fillon, candidato da direita francesa e favorito nas pesquisas para a eleição presidencial na França, negou nesta quinta-feira que sua mulher seja funcionária fantasma, e se disse disposto a renunciar caso seja provado o contrário.

"Não há a mínima dúvida, minha mulher trabalhou como assistente parlamentar para mim durante anos", afirmou Fillon na noite desta quinta-feira ao jornal do canal de televisão TF1, um dia após o início de uma investigação preliminar por "desvio de fundos públicos".

"Ela corrigiu meus discursos, recebeu muitas pessoas que eu não poderia ver, me representou em manifestações, me fez resumos de notícias e me encaminhou petições dos cidadãos", acrescentou Fillon, que entregou nesta quinta-feira os "documentos" pertinentes à Justiça.

O candidato apontou "o caráter sujo da denúncia, que visa afetar minha mulher para me atingir" a três meses das eleições presidenciais.

O jornal Le Canard Enchaîné, que mistura sátira com jornalismo investigativo, revelou na quarta-feira que quando Fillon era deputado, sua esposa, Penelope, recebeu pagamentos de seu gabinete do orçamento destinado a assessorias.

Penelope, que sempre se apresentou como uma dona de casa, recebeu do marido como assessora cerca de "500.000 euros" ao longo de vários anos, segundo o jornal.

A lei francesa não proíbe a contratação de um familiar pelos deputados, desde que a pessoa desempenhe funções efetivas, mas o Canard Enchaîné afirma que não há registros de atividades de Penelope ou de sua presença na Assembleia Nacional.

Os deputados franceses dispõem de um montante mensal (9.561 euros em 2016) para remunerar o trabalho real de até cinco colaboradores, mesmo familiares, lembra o veículo.

Segundo o jornal, Penelope também recebeu um salário mensal de 5 mil euros - entre maio de 2012 e dezembro de 2013 - da revista literária Revue des deux mondes, propriedade de um amigo de Fillon.

Mas o diretor da Revue des deux mondes, Michel Crépu, afirmou ao Canard Enchaîné que "jamais encontrou com ela na revista".

dec-meb/jz/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos