Americano é acusado de atacar funcionária muçulmana de companhia aérea

Nova York, 27 Jan 2017 (AFP) - Um homem foi acusado de atacar uma funcionária muçulmana de uma companhia aérea em Nova York, cometendo uma série de abusos, chutando-a e dizendo que o presidente Donald Trump poderia "se livrar de todos vocês".

O homem de Massachusetts é acusado de lançar impropérios contra a funcionária da companhia aérea Delta quando estava em uma sala de espera da classe executiva no Aeroporto Internacional John F. Kennedy.

O homem chutou sua perna e sua cadeira depois de descer de um voo proveniente da ilha caribenha de Aruba.

Rabeeya Khan, que usava um lenço na cabeça, estava em seu escritório quando Robin Rhodes esperava um voo de conexão. O homem empurrou a porta e ameaçou a funcionária batendo no encosto de sua cadeira, segundo a procuradoria.

Quando Khan perguntou o que ela havia feito, Rhodes disse: "Você não fez nada", antes de chutar sua perna.

Então Rhodes lançou outra avalanche de insultos contra o Islã e contra o grupo extremista Estado Islâmico.

"Trump está agora aqui. Ele vai se livrar de todos vocês. Pode perguntar a Alemanha, Bélgica e França sobre esta classe de pessoas. Você vai ver o que acontece", disse Rhodes.

O homem se apresentou na quinta-feira perante o tribunal acusado de vários delitos, incluindo crime de ódio, agressão e assédio agravado, e deve retornar ao tribunal em 8 de fevereiro, indicou à AFP um funcionário do Ministério Público.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos