TransCanada pede nova permissão para oleoduto nos EUA

Montreal, 27 Jan 2017 (AFP) - O grupo TransCanada anunciou nesta quinta-feira que pediu novamente permissão aos Estados Unidos para construir o oleoduto Keystone XL, concebido para enviar petróleo canadense às refinarias do Golfo do México.

O oleoduto de 1.900 km - 1.400 km em território dos EUA - havia sido cancelado pelo então presidente, Barack Obama, mas seu sucessor, Donald Trump, reativou o projeto.

Em nota, a TransCanada informa que apresentou "um pedido de permissão presidencial ao departamento americano de Estado para a aprovação do oleoduto Keystone XL".

Sete anos após a primeira solicitação, Obama recusou, em novembro de 2015, conceder à TransCanada a permissão presidencial necessária para o início do oleoduto, alegando que o projeto "não era do interesse nacional dos Estados Unidos".

"O oleoduto não baixará os preços dos combustíveis para os consumidores americanos (...) ou reforçará a segurança energética dos Estados Unidos", disse Obama na ocasião.

A TransCanada respondeu em janeiro de 2016, com um pedido de indenização de 15 bilhões de dólares nos tribunais americanos por perdas e danos.

sab/mbr/lr

TRANSCANADA

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos