PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Berlusconi irá a julgamento por suposto suborno a testemunhas de orgias

28/01/2017 14h54

Roma, 28 Jan 2017 (AFP) - O ex-chefe de Governo italiano Silvio Berlusconi será julgado por suposto suborno a testemunhas das apimentadas festas com jovens mulheres organizadas em sua casa, informou a imprensa italiana neste sábado, após uma audiência a portas fechadas.

Berlusconi é acusado de ter distribuído mais de 10 milhões de euros em espécie e em carros, roupas, faturas médicas e presentes às convidadas das festas em sua residência em Arcore para que não revelassem os detalhes das chamadas "bunga-bunga" (orgias).

O juiz fixou o início das audiências para 5 de abril, mas o magnata de 80 anos pode ser julgado junto com outros envolvidos em um processo previsto para julho.

Segundo a Procuradoria, a jovem Karima El-Mahroug, apelidada de Ruby e que era menor de idade na época das festas, teria recebido sete milhões de euros.

Ruby sempre negou ter mantido relações sexuais com Berlusconi.

"É a primeira vez que enfrentamos o risco de julgar um crime de generosidade", ironizou a jornalistas Federico Cecconi, advogado do ex-chefe de governo.

No primeiro processo do chamado "Rubygate", Berlusconi foi considerado inocente na apelação em 2015, depois de ser condenado em primeira instância por prostituição de menor.

Internacional