Ligação de Putin: começo significativo para melhores laços EUA-Rússia (Casa Branca)

Washington, 28 Jan 2017 (AFP) - A Casa Branca qualificou neste sábado a conversa telefônica que o presidente americano, Donald Trump, manteve com seu contraparte russo, Vladimir Putin, de "um começo significativo" para melhorar os laços entre Washington e Moscou, que caíram em níveis nunca vistos desde a Guerra Fria.

Durante a conversa de uma hora, os dois presidentes falaram de sua cooperação na luta contra o grupo extremista Estado Islâmico.

"O telefonema positivo foi um começo significativo para melhorar a relação entre os Estados Unidos e a Rússia, a qual precisa ser reparada", destacou a Casa Branca em um comunicado.

"Tanto o presidente Trump quanto o presidente Putin esperam que depois do telefonema de hoje, as duas partes possam avançar rapidamente para enfrentar o terrorismo e outros importantes assuntos que preocupam os dois", acrescentou.

Mais cedo, em Moscou, o Kremlin informou que os dois presidentes tinham acordado desenvolver relações "de igual para igual", dando "prioridade" à luta contra o terrorismo e estabelecendo uma "real coordenação" contra o grupo Estado Islâmico na Síria.

O Kremlin, que descreveu a comunicação como "positiva", acrescentou que Trump e Putin abordaram vários temas, desde o acordo nuclear com o Irã até a Ucrânia, passando pelo confronto israelense-palestino, a península coreana e as relações comerciais.

Também falaram do desejo de se reunirem, destacou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos