Apenas um dos dois homens detidos após tiroteio em Quebec é considerado suspeito

Quebec, 30 Jan 2017 (AFP) - Apenas um dos dois jovens detidos após o tiroteio na mesquita de Quebec no domingo à noite "é considerado suspeito", disse a polícia nesta segunda-feira.

"A Polícia de Quebec (SQ) confirma que um dos indivíduos presos na noite passada em conexão com o atentado de Quebec é considerado suspeito", indicou a polícia.

"Após investigação, o outro indivíduo está sendo tratado como uma testemunha", declarou a SQ em sua conta no Twitter.

De acordo com a imprensa local, o estudante de Ciência Política Alexandre Bissonnette seria o indivíduo considerado suspeito e teria telefonado à polícia para se render.

O estudante canadense de origem marroquina, Mohammed Khadri, foi ouvido como testemunha e liberado, de acordo com relatos da mídia.

A polícia e testemunhas haviam indicado inicialmente que dois homens mascarados abriram fogo dentro da mesquita no momento da oração, matando seis pessoas e ferindo oito, cinco das quais ainda estão em estado crítico.

Uma pessoa foi presa perto da mesquita e uma segunda telefonou às autoridades para admitir participação no crime, segundo havia explicado Denis Turcotte, inspetor de Quebec.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos