UE cuidará que seus cidadãos não sejam discriminados por medidas de Trump

Bruxelas, 30 Jan 2017 (AFP) - A Comissão Europeia afirmou nesta segunda-feira que se assegurará de que os cidadãos europeus não sejam vítimas das medidas aprovadas pelo presidente Donald Trump, que proíbem temporariamente a entrada nos Estados Unidos de pessoas originárias de sete países muçulmanos.

"Nossos advogados estão em contato com nossos sócios da UE e claro que nos asseguraremos de que não seja aplicado nenhum tipo de discriminação a nossos cidadãos", afirmou o porta-voz do executivo comunitário, Margaritis Schinas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos