Manifesto reúne um milhão de assinaturas contra a visita de Trump ao Reino Unido

Em Londres

  • Pablo Martinez Monsivais/ AP

    Presidente dos EUA, Donald Trump, guarda suas anotações após entrevista coletiva ao lado da premiê britânica Theresa May na Casa Branca, Washington

    Presidente dos EUA, Donald Trump, guarda suas anotações após entrevista coletiva ao lado da premiê britânica Theresa May na Casa Branca, Washington

Um manifesto que pede ao governo britânico que anule a visita de Estado do presidente americano Donald Trump superou nesta segunda-feira (30) um milhão de assinaturas, em plena polêmica por suas medidas contra refugiados e imigrantes.

"A bem documentada misoginia e vulgaridade de Donald Trump o desqualifica para ser recebido por Sua Majestade ou o príncipe de Gales", afirma a petição.

O governo britânico, no entanto, respondeu que a visita está confirmada, apesar da rejeição dos signatários do manifesto e de vários políticos, incluindo conservadores, indignados com o decreto de Trump que proíbe a entrada nos Estados Unidos de refugiados e imigrantes de sete países de maioria muçulmana.

"Apresentamos o convite. Foi aceito", se limitou a responder nesta segunda-feira a porta-voz da primeira-ministra Theresa May, que na semana passada foi a primeira governante estrangeira recebida por Trump na Casa Branca, no momento em que Londres busca acordos comerciais para substituir sua relação com a União Europeia (UE) depois de decidir abandonar o bloco.

Os signatários desejam que o status da visita seja rebaixado. Os convidados a uma visita de Estado são hóspedes da rainha no Palácio de Buckingham durante duas noites e desfrutam de um procedimento protocolar maior. O Mall, a avenida que leva ao palácio, é enfeitado com grandes bandeiras do país do visitante, que chega ao local de carruagem acompanhado pela rainha.

A data da visita de Trump ainda não foi estabelecida, mas segundo especulações pode acontecer em junho ou julho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos