Menina morre na Nigéria ao detonar cinturão de explosivos

Kano, Nigéria, 31 Jan 2017 (AFP) - Uma menina de 10 anos morreu em uma tentativa de atentado no nordeste da Nigéria ao detonar perto de um grupo de soldados o cinturão de explosivos que carregava, informou nesta terça-feira um membro das milícias civis.

"Uma menina de 10 anos se aproximou dos acampamentos militares e tentou cruzar a estrada em direção ao campo de deslocados", explicou Musa Ahmad, membro das milícias que apoiam o exército nigeriano contra o grupo islamita Boko Haram.

"Os soldados ordenaram que parasse, mas ela os ignorou. Ameaçaram atirar se não se detivesse. Então obedeceu e pediram que levantasse seu véu", explicou o miliciano.

"Quando o fez, ficou evidente que carregava um cinturão de explosivos. Repentinamente, o ativou e explodiu", acrescentou.

O ataque, registrado na segunda-feira ao meio-dia na localidade de Banki, na fronteira com o Camarões, não deixou mais vítimas.

Segundo esta testemunha, no dia 18 de janeiro uma jovem e um adolescente que a acompanhava morreram na explosão de suas cargas quando se negaram a ser revistados.

Em abril de 2016, ao menos sete pessoas morreram neste campo de deslocados em um duplo atentado suicida realizado por duas mulheres.

Milhares de civis encontraram refúgio em Banki, a 130 km da capital do Estado, Maiduguri, berço do Boko Haram, cuja insurreição deixou mais de 20.000 mortos e mais de dois milhões de deslocados desde 2009.

abu-phz/joa/acc/eg/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos