Candidato de direita diz que lutará 'até o fim' em eleição francesa

Paris, 1 Fev 2017 (AFP) - O candidato de direita à presidência da França, François Fillon, envolvido em um escândalo por um suposto emprego fantasma de sua esposa, prometeu nesta quarta-feira "lutar até o fim" contra os ataques que tem sofrido.

"Quando alguém escolhe ser candidato à eleição presidencial, não se pode, em seguida, queixar-se da violência dos ataques (...). Eu irei enfrentá-los até o fim. Serei candidato nesta eleição presidencial", disse o candidato.

De acordo com uma pesquisa publicada nesta quarta-feira, Fillon receberia 20% dos votos no primeiro turno, sendo superado pela líder da extrema-direita Marine Le Pen (26-27%) e pelo ex-ministro da Economia Emmanuel Macron (22-23%).

Fillon perdeu de 5 a 6 pontos desde o início do ano, depois que a revista Le Canard Enchaîné revelou que a sua esposa recebeu mais de 800.000 euros por ter trabalhado como sua assistente parlamentar.

lt-gd-dec/frd/thm/sof/prh/jz/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos