Detido na Alemanha tunisiano suspeito de ataque ao Museu do Bardo

Wiesbaden, Alemanha, 1 Fev 2017 (AFP) - Um tunisiano detido nesta quarta-feira por suspeita de planejar um atentado na Alemanha era procurado pela Tunísia por suposto envolvimento nos ataques ao Museu do Bardo e na cidade de Ben Guerdane, anunciou a justiça alemã.

Na Tunísia, o suspeito "era objeto de uma investigação por sua participação no planejamento e execução do ataque ao Museu do Bardo em 18 de março de 2015 e do ataque contra a cidade tunisiana de Ben Guerdane (fronteira com a Líbia) no início de 2016", informou a Promotoria de Hesse em um comunicado, no qual acusa o indivíduo de 36 anos, não identificado, de atuar em nome do grupo Estado Islâmico.

As autoridades da Alemanha realizaram nesta quarta-feira 54 operações de busca e apreensão na região de Hesse (oeste).

O tunisiano é suspeito de ter recrutado e dirigido uma célula de 16 pessoas do grupo Estado Islâmico.

Mais de 1.000 policiais participaram nas operações.

Na terça-feira à noite em Berlim três pessoas, de 21, 31 e 45 anos, suspeitas de planos para viajar a zonas de guerra, na Síria ou Iraque, foram detidas, informou a polícia local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos