Dois integrantes do serviço de inteligência russos são acusados de traição

Moscou, 1 Fev 2017 (AFP) - Dois responsáveis dos serviços de inteligência russos (FSB) especialistas em cibersegurança e um especialista em ataques cibernéticos foram detidos e indiciados por "traição" em benefício dos Estados Unidos, declarou nesta quarta-feira à AFP o advogado de um deles.

Sergei Mikhailov, número 2 do Centro para a Segurança Informática do FSB, seu adjunto Dmitri Dokuchaiev, assim como Ruslan Stoianov, responsável pelo serviço de investigação de cibercrimes do gigante da segurança informática Kaspersky Lab, estão detidos atualmente, indicou Ivan Pavlov à AFP.

"Este assunto está relacionado aos Estados Unidos", acrescentou Pavlov, que declarou que não havia "nenhuma menção" à CIA nos documentos dos quais teve conhecimento.

A CIA se recusou a fazer comentários.

Embora as autoridades russas detenham regularmente pessoas acusadas de espionar para um país estrangeiro, em particular Estados Unidos, o envolvimento de funcionários de alto escalão do FSB, herdeiro do KGB, é extremamente raro desde o fim da Guerra Fria, em 1991.

As autoridades russas não fizeram nenhum comentário, mas o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, indicou que Vladimir Putin havia sido informado sobre os artigos de imprensa publicados sobre o assunto.

As agências de inteligência americanas acusam as autoridades russas de ter organizado os ataques cibernéticos de organizações americanas para favorecer a eleição de Donald Trump.

Dmitri Peskov afirma que não podem existir vínculos entre estas acusações e a suposta traição de oficiais do FSB, já que Moscou "desmente categoricamente qualquer afirmação sobre o envolvimento de Moscou" nestes ciberataques.

Segundo Ivan Pavlov, que representa um dos acusados, o julgamento demorará para se concretizar. Há um mínimo de três envolvidos, acrescentou, sem dar mais detalhes.

pmh-gtf/tbm/kat/mct/jz/mb/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos