Israel começa a evacuar colônia emblemática na Cisjordânia

Amona, Territórios palestinos, 1 Fev 2017 (AFP) - A polícia israelense começou nesta quarta-feira pela manhã a operação de evacuação de uma colônia emblemática da Cisjordânia ocupada, ordenada pelo Tribunal Supremo, constatou a AFP.

Centenas de policiais estão de guarda, aparentemente desarmados, no alto da colina na qual se encontra a colônia de Amona, perto de Ramallah, para retirar os entre 200 e 300 residentes.

As forças de segurança tomaram o controle das primeiras casas sem encontrar resistência, com exceção de alguns jovens que lançaram pedras, sem dúvida procedentes das colônias vizinhas e convencidos de que estas terras são israelenses, segundo a Bíblia, e não palestinas.

Os colonos começaram a se instalar em Amona a partir do fim dos anos 1990. O Tribunal Supremo israelense ordenou sua evacuação antes de 8 de fevereiro, considerando que havia sido construída em terras privadas palestinas.

Trata-se de uma colônia ilegal do ponto de vista do direito que Israel aplica à maioria da Cisjordânia, um território palestino ocupado desde 1967.

jod-lal/jri/es/erl/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos