Secretário-geral da ONU pede anulação do decreto anti-imigração de Trump

Nações Unidas, Estados Unidos, 1 Fev 2017 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pediu nesta quarta-feira que o presidente americano, Donald Trump, retire seu polêmico decreto migratório que proíbe a entrada nos Estados Unidos de refugiados e cidadãos de sete países de maioria muçulmana.

"Essas medidas deveriam ser retiradas o quanto antes", declarou Guterres a jornalistas.

O português considerou ainda que as medidas adotadas por Trump não vão evitar a entrada de terroristas no país.

"É certo que essas medidas violam nossos princípios básicos e acredito que não são afetivas", afirmou.

O pedido de retirar as medidas migratórias ocorre em meio a crescentes protestos internacionais contra as restrições sobre a entrada de cidadãos do Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen aos Estados Unidos, válida por 90 dias.

O presidente americano, Donald Trump, assinou na sexta-feira um decreto que proíbe igualmente a entrada de refugiados de qualquer origem durante pelo menos 120 dias, enquanto a chegada de refugiados sírios está impedida por tempo indeterminado.

"A realocação é essencial do ponto de vista da proteção dos refugiados", afirmou Guterres, que durante 10 anos foi alto comissário da ONU para os Refugiados (ACNUR) antes de ser eleito secretário-geral.

"Eu espero que os Estados Unidos restabeleçam s sua sólida política de proteção dos refugiados e espero que os sírios não sejam excluídos desse processo", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos