Trump anuncia Neil Gorsuch para Suprema Corte

Washington, 1 Fev 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou o juiz Neil Gorsuch, de 49 anos, nesta terça-feira (31), para ocupar a nona cadeira da Suprema Corte americana, inclinando a balança da Casa a favor dos conservadores.

"O juiz Gorsuch possui um intelecto magnífico, uma educação legal sem paralelo e o compromisso com a interpretação da Constituição de acordo com o texto. Será um juiz incrível para a Suprema Corte tão logo seja confirmado pelo Senado", justificou o presidente.

Em cerimônia realizada na Casa Branca, Trump disse estar convencido de que "depois da defesa da nossa nação a decisão mais importante que um presidente dos Estados Unidos pode fazer é designar um juiz para a Suprema Corte".

Um juiz - continuou Trump - pode se manter ativo por "50 anos e suas decisões podem durar um século e, muitas vezes, podem ser permanentes. Por isso, assumi a tarefa dessa nomeação muito seriamente".

Gorsuch enviou uma clara mensagem ao Senado, que deverá confirmar sua indicação à mais alta instância jurídica do país.

"Respeito o fato de que na nossa ordem jurídica é o Congresso, e não as cortes, que escreve as leis. O papel dos juízes é aplicar a lei, não alterá-la", concedeu Gorsuch, que até esta terça era juiz de um tribunal federal de Apelações e, Denver, no Colorado.

Gorsuch ocupará a vaga deixada pelo juiz ultraconservador Antonin Scalia, falecido em fevereiro do ano passado.

Em princípio, os juízes da Suprema Corte americana podem se aposentar aos 70 anos. Isso raramente ocorre, já que seu mandato é vitalício. Como Gorsuch tem apenas 49 anos, a decisão de Trump pode ajudar a definir o rumo do tribunal por décadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos