Milhares de pessoas comemoram dia de Iemanjá na costa uruguaia

Montevidéu, 2 Fev 2017 (AFP) - A costa uruguaia reúne desde a manhã desta quinta-feira fiéis que fazem oferendas e pedidos a Iemanjá, em uma celebração popular que deve mobilizar meio milhão de pessoas.

Ao meio-dia, nas praia de Montevidéu, havia devotos realizando rituais da umbanda e deixando oferendas nas água do Rio da Prata, constatou a AFP.

A celebração anual registra um crescimento progressivo de participantes e faz disparar as vendas de velas, perfumes, flores, estátuas e barcos para depositar as oferendas no mar.

O ponto principal da celebração na capital é a praia Ramírez, onde foi erguida há alguns anos uma grande estátua da deusa do mar, e que à noite se transforma em um espetáculo visual devido às poças na areia em que milhares de pessoas colocam velas antes de entrar no mar para pedir trabalho, saúde e amor, principalmente.

A data gera também discussões no país, de tradição laica. Susana Andrade, mãe de santo e deputada, anunciou que vai propor na câmara legislativa que o dia de Iemanjá, uma das muitas deidades que formam o panteão de Orixás na umbanda, seja declarado feriado.

Neste ano, integrantes da umbanda e de religiões de matriz africana decidiram manifestar seu compromisso com o meio ambiente e colaborarão, pela primeira vez, com a prefeitura de Montevidéu na limpeza das praias após a celebração.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos