Político e empresário caminham sobre 'pontes humanas' em Bangladesh

Dacca, 2 Fev 2017 (AFP) - As autoridades de Bangladesh investigavam nesta quinta-feira o uso por um político e um empresário de alguns estudantes como "pontes humanas", após a divulgação de imagens do caso nas redes sociais.

Os pais dos alunos no distrito de Chandpur (centro) entraram com ações esta semana depois que os seus filhos foram colocados no chão de modo que suas costas servissem como ponte para um prefeito recém-eleito.

As imagens do incidente muito criticado na internet fizeram surgir as de outro incidente semelhante, que ocorreu no dia anterior no distrito de Jamalpur (norte).

Nelas, é um rico empresário que atravessa uma ponte formada pelos ombros de estudantes alinhados uns contra os outros.

"É um incidente muito estranho e desconcertante. Ordenei a polícia a tomar todas as medidas legais necessárias", disse à AFP Shahabudin Khan, uma autoridade do governo no distrito de Jamalpur.

"Os pais dos alunos disseram que não tinham enviado os seus filhos para a escola para participar desse tipo de coisa", acrescentou.

O administrador do distrito de Chandpur pareceu justificar a ação do prefeito, membro do partido no poder, Awami League, argumentando que é uma tradição ao acolher um hóspede importante.

"Mas ordenei uma investigação. Tentamos saber se ele fez isso intencionalmente", afirmou à AFP, acrescentando que o prefeito pediu "desculpas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos