EUA: Câmara de Representantes elimina busca de antecedentes na compra de armas

Washington, 3 Fev 2017 (AFP) - A Câmara de Representantes dos Estados Unidos eliminou uma regulação do governo do ex-presidente Barack Obama, a qual exigia uma verificação de antecedentes para evitar que alguém com distúrbios mentais pudesse ter acesso a armas de fogo.

A medida foi aprovada na Câmara por 235 votos contra 180. O texto segue agora para o Senado.

Obama tentou, sem sucesso, endurecer a legislação em matéria de controle de armas durante seus oito anos de governo.

Em 2015, o presidente democrata emitiu uma série de ordens executivas, com o objetivo de conter a escalada de violência provocada pelas armas de fogo no país, incluindo a revisão do Sistema Nacional Instantâneo de Controle de Antecedentes Criminais (NICS, na sigla em inglês).

Durante a campanha eleitoral, o agora presidente Donald Trump defendeu o direito constitucional dos americanos à posse e ao porte de armas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos