EUA revogam 60 mil vistos após decreto anti-imigração de Trump

Washington, 4 Fev 2017 (AFP) - Os Estados Unidos revogaram 60 mil vistos de viagem desde que o presidente Donald Trump ordenou uma proibição de entrada em território americano para cidadãos de sete países de maioria muçulmana - informou o Departamento de Estado nesta sexta-feira (3).

"Cerca de 60 mil vistos individuais foram provisoriamente revogados em cumprimento da ordem executiva" do presidente, disse o porta-voz do Escritório de Assuntos Consulares, Will Cocks.

"Reconhecemos os inconvenientes temporários a indivíduos enquanto fazemos nossa revisão em cumprimento à ordem executiva", disse.

"Para colocar esse número em contexto, no ano fiscal de 2015 nós expedimos mais de 11 milhões de vistos de imigrantes e de não imigrantes", disse o porta-voz, insistindo em que a Segurança Nacional continua sendo uma "alta prioridade".

Há uma semana, Trump emitiu um decreto para suspender por 90 dias a entrada nos EUA de cidadãos dos seguintes países: Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen. Também foi suspensa por 120 dias a entrada de todos os refugiados procedentes de qualquer parte do mundo.

Durante um período de 90 dias, a administração dos Estados Unidos revisará os procedimentos para a expedição de vistos, com o objetivo de introduzir o que Trump chamou de "verificação extrema" para evitar a chegada de terroristas.

Trump disse que a medida era necessária para aumentar a segurança dos Estados Unidos contra ameaças terroristas, citando os ataques do 11 de Setembro. Os autores do atentado cometido em 2001 não tinham vínculos com os países afetados pela medida.

Dias depois do decreto, dezenas de visitantes com vistos em vigor e outros com green card, o documento de residência, foram detidos ao desembarcar nos aeroportos. Muitos foram mandados de volta para seus países.

pmh-dc/ec/lp/cd/db/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos