Julgados na Alemanha dois homens acusados de centenas de atos de pedofilia

Berlim, 3 Fev 2017 (AFP) - Dois homens, de 51 e 53 anos, se apresentaram nesta sexta-feira a um tribunal de Berlim, acusados de mais de 400 abusos sexuais de menores, de terem supostamente pago a meninos por favores sexuais e de comandar uma rede de pedofilia.

Os investigadores localizaram 13 vítimas com idades entre 6 e 13 anos, dos quais sete fizeram acusações particulares, segundo a acusação apresentada nesta sexta-feira.

Está previsto que o julgamento inclua vinte dias de audiência até abril.

O principal acusado, de 51 anos, deverá responder a 379 atos de pedofilia cometidos entre 2002 e 2009, "principalmente sexo oral", informou a porta-voz da corte criminal de Berlim, Lisa Jani. Também teria supostamente servido de intermediário entre crianças e outros homens.

O outro homem é acusado de 47 casos de abuso sexual contra crianças. Outros dois acusados, de 78 e 80 anos, seriam julgados pelos mesmos atos, mas a Justiça dividiu o caso em dois processos diferentes.

Segundo a porta-voz, as vítimas viviam em condições precárias, uma situação "utilizada pelos acusados" que "pagavam aos menores por serviços sexuais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos