Candidato de Trump a secretário do Exército renuncia (imprensa)

Washington, 4 Fev 2017 (AFP) - O milionário nomeado pelo presidente Donald Trump para o cargo de secretário do Exército americano retirou sua candidatura, devido a obstáculos ligados a seus interesses financeiros, anunciou a imprensa neste sábado.

Vincent Viola, que construiu sua fortuna após fundar a financeira Virtu Financial, também é dono da equipe de hóquei Florida Panthers.

"Aprecio a confiança que o presidente Trump depositou em mim", diz Viola em um comunicado ao "Military Times". "Ofereço meu apoio constante ao presidente Trump e a seu governo, e desejo redobrar meus esforços para apoiar o Exército e seus veteranos."

Segundo o Military Times, Viola explica em seu comunicado que não poderia passar no processo de confirmação no Congresso, devido às regras do Pentágono envolvendo os conflitos de interesses.

O Departamento do Exército, encarregado das forças terrestres, faz parte do Departamento de Defesa, dirigido por James Mattis. Este último se disse decepcionado, mas afirmou que entende e respeita a decisão de Viola, segundo o porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

"O secretário de Defesa indicará em breve outro candidato ao presidente", assinalou.

Segundo o jornal "New York Times", Viola é dono de uma fortuna avaliada em cerca de 1,8 bilhão de dólares.

O magnata Donald Trump formou uma equipe de governo composta por milionários e multimilionários, vários dos quais enfrentaram acusações de conflito de interesses.

O próprio Trump foi criticado por não ter cortado totalmente os vínculos com seu império econômico, mas, na qualidade de presidente, não está submetido às mesmas exigências éticas do que sua equipe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos