Hackers russos tentar invadir sites do governo holandês (imprensa)

Haia, 4 Fev 2017 (AFP) - Hackers russos estão entre os autores das centenas de tentativas de ciberataques registradas nos últimos meses contra páginas do governo da Holanda, que realizará em março eleições legislativas, segundo um jornal holandês que cita especialistas.

A Rússia é acusada de ter interferido na eleição presidencial americana de novembro de 2016 com ciberataques e a divulgação de emails de dirigentes do Partido Democrata. O Kremlin nega qualquer envolvimento.

Os site de vários ministérios e do gabinete do chefe de governo foram alvo de centenas de tentativas de ataques recentemente, declarou o chefe dos serviços secretos holandeses, Rob Bertholee, em uma entrevista à rede de televisão NOS, na sexta-feira.

A Rússia, a China e o Irã parecem estar por trás de alguns destes ataques, informou, qualificando-os de "ameaça à democracia" holandesa.

Segundo o jornal Volkskrant, que cita especialistas, entre os autores das tentativas de ataques estão em particular dois grupos, conhecidos como APT29 e APT28, vinculados ao governo russo.

O FBI e os serviços de segurança interna americanos acusam estes grupos de terem realizado "ciberatividades prejudiciais" contra sites do governo dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos