Juiz bloqueia polêmica ordem migratória de Trump em todo o país

Los Angeles, 4 Fev 2017 (AFP) - O juiz federal James Robart ordenou, nesta sexta-feira (3), a suspensão da ordem executiva emitida pelo presidente Donald Trump de proibir a entrada de refugiados e cidadãos de sete países de maioria muçulmana - o golpe mais duro até agora contra o polêmico decreto.

Robart bloqueou o decreto momentaneamente, enquanto estuda em sua totalidade o recurso de amparo apresentado pelo procurador-geral do estado de Washington (oeste), Bob Ferguson.

"A Constituição prevaleceu hoje", manifestou Ferguson, após a sentença.

"Ninguém está acima da lei, nem mesmo o presidente", acrescentou.

A Casa Branca considerou a sentença "escandalosa".

Esse não foi o primeiro recurso a desafiar o decreto, mas foi o golpe mais forte infligido até agora, já que desarma seus principais argumentos.

Tecnicamente, a sentença significa que, por enquanto, qualquer um com visto válido tem acesso permitido ao país.

Recursos similares foram apresentados em outros estados. Entre eles, estão Califórnia, Nova York e Virgínia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos