Haiti: são necessários US$ 300 milhões para ajuda humanitária

Porto Príncipe, 6 Fev 2017 (AFP) - As autoridades haitianas e as organizações humanitárias disseram nesta segunda-feira que neste ano serão necessários 300 milhões de dólares para administrar uma assistência vital aos habitantes mais vulneráveis, sobretudo aos afetados pelo furacão Matthew em outubro.

"Para responder às necessidades vitais de 2,4 milhões de pessoas, a comunidade humanitária que trabalha no Haiti busca reunir cerca de 291,5 milhões de dólares", afirmou El-Mostafa Benlamlih, coordenador das Nações Unidas no Haiti.

Quatro meses depois da passagem do forte furacão Matthew, que causou danos de 2,8 bilhões de dólares, cerca de 1,5 milhão de afetados ainda precisam de ajuda emergencial.

O Haiti continua enfrentando a pior epidemia de cólera a escala mundial: 30.000 casos podem ser registrados durante o ano 2017, segundo as projeções do Plano de Resposta Humanitária publicado nesta segunda-feira.

A crise migratória com a República Dominicana, que desde junho de 2015 provocou o retorno ao Haiti de mais de 160.000 pessoas - 36.000 delas foram oficialmente expulsas - acentua ainda mais a crise humanitária no país mais pobre da América.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos