Homem mata 6 pessoas da família na Argentina

Buenos Aires, 6 Fev 2017 (AFP) - Um homem cometeu um massacre familiar na Argentina, ao matar sua esposa, uma cunhada, dois cunhados, sua sogra e ferir outras três pessoas, incluindo uma mulher grávida que perdeu o bebê, informaram fontes judiciais nesta segunda-feira.

Por volta de meia-noite de domingo, Diego Loscalzo, de 38 anos, agora um fugitivo, tomou de sua esposa, a policial Romina Maguna, a sua arma no meio de uma discussão. Ele a matou com quatro tiros, de acordo com fontes.

O incidente ocorreu na casa do casal em William Morris, na periferia noroeste de Buenos Aires, de acordo com o relatório judicial. A morte de Maguna foi o início de um banho de sangue.

Uma irmã de Maguna ouviu os tiros e descia as escadas de um andar superior da casa, quando foi morta a tiros.

Com a arma da esposa, Loscalzo matou em seguida um de seus cunhados e feriu gravemente um vizinho que tentou ajudar Maguna.

"O único que escapou ileso da casa foi um menino de 9 anos, filho de Maguna. Em seu depoimento, o menino disse que o padrasto colocou a arma em seu peito, mas que ele pediu 'pai, não me mate' ", disseram fontes da polícia.

O homem fugiu de moto, mas foi perseguido de carro por um outro cunhado. Ele abriu fogo, matando o irmão e a mãe da esposa. Os tiros também feriram uma outra familiar de Maguna e uma menina de 12 anos. A mulher ferida, prestes a ter bebê, foi internada em estado grave e perdeu o filho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos