Manifestações na França por suposto caso de estupro após prisão

Aulnay-sous-Bois, França, 7 Fev 2017 (AFP) - A cidade francesa de Aulnay-sous-Bois, na periferia norte de Paris, foi cenário de distúrbios após suposto o abuso sexual de um jovem por um policial durante sua prisão, informaram fontes policiais.

Após polêmicas no sábado e domingo, ao menos 26 pessoas foram detidas na noite se segunda-feira (6) depois que vários veículos foram incendiados e lojas deterioradas.

Uma fonte policial acrescentou que forças de ordem dispararam para o alto. Os policiais "viram-se encurralados e tiveram que usar suas armas, atiraram para o ar", explicou.

Os distúrbios foram registrados após a quinta-feira passada (2), quando um jovem negro de 22 anos precisou ser submetido a cirurgia após ter sofrido graves ferimentos na região retal durante uma operação de verificação de identidade. O jovem afirma que um dos policiais abusou dele usando um cassetete.

O agente em questão foi acusado de estupro e três de seus colegas por violência. Os quatro foram suspensos de suas funções.

O prefeito de Aulnay-sous-Bois, Bruno Beschizza, pediu ao governo francês que se comunique por meio de uma "forte mensagem" com os moradores dessa cidade multiétnica para que saibam que "o Estado está com eles e não contra eles".

O presidente francês, François Hollande, fez alusão nesta terça-feira (7) a esse caso, indicando que o papel da Justiça é "proteger" os cidadãos, "inclusive" quando um "agente das forças de ordem" está envolvido.

Centenas de pessoas participaram na segunda à noite de uma passeata em apoio ao jovem falecido.

tll-kap/meb/bn/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos