Apoia à independência da Escócia aumenta mas ideia seria derrotada em referendo

Edimburgo, 8 Fev 2017 (AFP) - O apoio à independência aumentou entre os escoceses após a votação do Brexit, mas a ideia seria derrotada novamente em um referendo, informa uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

Sem levar em consideração os indecisos, 49% dos escoceses apoiam a independência, enquanto 51% desejam permanecer no Reino Unido, de acordo com uma pesquisa do instituto BMG para o jornal escocês The Herald.

Uma pesquisa publicada no mês passado mostrava um apoio de 45,5% à independência e uma oposição de 54,5%, praticamente o mesmo resultado registrado no referendo de setembro de 2014.

Com os 12% de indecisos ou de pessoas que não revelaram sua opinião, o resultado mostra 43% favoráveis à independência e 45% contrários.

A pesquisa entrevistou 1.067 eleitores.

A chefe do Governo regional escocês, a pró-independência Nicola Sturgeon, afirmou que é "altamente provável" que um novo plebiscito aconteça porque os escoceses votaram a favor da permanência na União Europeia, mas se verão obrigados a abandonar o bloco pelo desejo do restante dos britânicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos